Notícias

Diálise Longa Nocturna (8 hr 3x/semana)
 

A Hemodiálise Longa (8 horas) 3 vezes por semana têm inumeras ...

NICE Guidelines
  

O National Institute for Health and Clinical Excellence (NICE, U.K.) ...

FDA e Eritropoietinas

A FDA obrigou os Laboratórios que comercializam Eritropoietinas a alterarem a bula afim ...

Anemia no Insuficiente Renal
  O tratamento da anemia no Insuficiente Renal com Eritropoietina é uma prát...

Diálise Curta Diária
 

Kjellstrand, Buoncristiani, Ting, Traeger, Piccoli, Galland, Young and Blag...

Dialise Nocturna
 A Hemodiálise Nocturna é a forma de Diálise mais eficiente sobre todos os...

Programar as Férias
 Estamo-nos a aproximar do período de férias, e para o seu bem-estar e conforto, ...

Website Centrodial
Está no ar o novo website Centrodial. Encontra-se em fase de desenvolvimento, pelo que alguma...

Opções de Tratamento

Ao iniciar diálise vai encontrar um conjunto de opções de tratamento sobre as quais deve formar a sua melhor opinião e tomar uma decisão sobre ela. No entanto, seja qual for, ela nunca é irreversivel e pode mudar para outra opção de tratamento. Recolha o máximo de informaçao possivel para tomar uma decisão mais adequada à sua situação actual.

Escolha de Tratamento mais Adequado para si

Introdução

Este texto é para pessoas cujos rins deixaram de funcionar. Esta situação é chamada Insuficiencia Renal Crónica Avançada, isto é, que necessita de tratamento por Diálise ou Transplante.

 

 

Hoje existem novas e melhores opções de tratamento para a Insuficiencia Renal Crónica, que conseguem substituir o trabalho de uns rins saudáveis. Ao conhecer estas opções de tratamento, você pode conjuntamente com o seu médico seleccionar aquela que é mais apropriada para si. A sua vida irá sofrer algumas alterações, seja qual for o tipo de tratamento que escolha. Mas com a ajuda da sua equipe de profissionais de Saúde, a sua familia e amigos, você será capaz de levar uma vida plena, activa e gratificante.

 

 

Este texto descreve as opções de tratamento: hemodiálise, diálise periotenal e transplante renal. Ele irá falar-lhe dos prós e contras de cada uma deles, e de alguns aspectos da sua dieta.
Este texto irá dar-lhe algumas ideias de como trabalhar conjuntamente com o seu médico, enfermeira e outros profissionais de Saúde envolvidos no seu cuidado, e poderá ajudá-lo na escolha do tratamento mais adequado para si.
Este texto irá também fornecer-lhe uma lista de livros, revistas e serviços que poderão ser úteis para si.

 

Quando os Rins falham

Os Rins saudáveis limpam o sangue, filtrando a água e produtos que são desnecessários e prejudiciais ao nosso corpo. Os rins fabricam também hormonas que mantêm os os nossos ossos e sangue saudável. Quando os nossos rins deixam de funcionar, o corpo ganha liquidos, a Tensão Arterial sobe e deixámos de fabricar os glóbulos vermelhos em quantidades adequadas, tornando-nos anémicos. Os produtos tóxicos do metabolismo acumulam-se no corpo, e os nossos ossos tornam-se mais fracos.
Chega assim uma altura em que é necessário substituir a função dos nossos rins, porque de outro modo a vida torna-se impossivel.
A melhor altura de iniciar este tratamento deve ser escolhida entre o seu médico e você, porque não tem vantagem iniciar o tratamento quando começamos a sentir todas as consequencias do mau funcionamento dos nossos Rins.
Deve-se Iniciar o tratamento quando se prevê que os rins irão deixar de funcionar dentro de pouco tempo, mas ainda estamos em boas condições fisicas e sem grandes sintomas devidas ao não funcionamento dos nossos Rins.

 

 

Opções de Tratamento

As opções de tratamento são por ordem de beneficio para os doentes, o Transplante Renal, a Diálise Domiciliária, e a Hemodiálise.
Se a nossa condição clinica o permite fazer um Transplante Renal oferece a melhor qualidade de vida e maior sobrevida. Para isso, pode optar por um dador vivo( caso o consiga) ou dador de cadáver. Neste ultimo caso terá de se inscrever em um Centro de Transplante e aguardar por um rim compativel. Até lá, fará Hemodiálise em um Centro ou em Casa, ou Dialise Peritoneal em Casa. Para quem pode e está motivado, as terapias em casa são sempre melhores que as efectuadas em Centro.

Hemodiálise

A Hemodiálise é um procedimento que limpa e filtra o sangue. Ele liberta o seu corpo de produtos prejudiciais que se acumularam, bem como de excesso de sal e água. A hemodiálise também ajuda a controlar a Tensão Arterial e ajuda o seu organismo a manter um balanço adequado de substancias quimicas, como o potássio, o sódio, o cloro, etc.

 

 

A Hemodiáise utiliza um filtro (dializador) para limpar o sangue. O filtro está ligado a uma máquina de diálise, e durante a sessão de tratamento o seu sangue viaja através de uns tubos para o filtro, e depois deste novamente para o seu organismo. O sangue que sai do filtro, é sangue renovado, isto é, sangue que foi limpo de muitas substancias que estavam em excesso no nosso corpo, de água e sal.

 

 

Antes de iniciar Hemodiálise é preciso criar um acesso vascular que permita a saida de sangue para a máquina de Diálise. Este acesso chama-se Fistula, mas poderá algumas vezes ser utilizado um cateter ou uma prótese.
Este acesso fornece a via através do qual o sangue é levado do seu corpo ao filtro, e depois novamente ao seu corpo.



O melhor tipo de acesso é a Fistula que é criada no punho, por debaixo da pele, e que une uma artéria a uma veia. Esta veia, ao receber uma maior quantidade de sangue, dilata-se e fica com as paredes mais espessas, o que vai permitir as punções sucessivas necessárias para fazer Hemodiálise 3 vezes por semana.

 

 

A Hemodiálise pode ser feita em casa ou num Centro de Diálise. No Centro existe uma equipe de Enfermeiros, Técnicos de Diálise e outro Pessoal Auxiliar que fazem o tratamento. A participação do doente no seu tratamento pode ser maior ou menor, dependendo da sua situação fisica e psiquica, da sua motivação e interesse pelo seu cuidado. Existem insuficientes renais que apesar de fazerem Hemodiálise num Centro, fazem práticamente todas as tarefas do seu próprio trataento. Chama-se a isto, Auto-Diálise.

 

 

Se se decidir por Hemodiálise em casa, a pessoa e o elemento da familia (pode ser não familiar) que o irá ajudar o seu tratamento deverão receber um treino especial que é dado no Centro por uma equipe vocacionada para este tipo de Tratamento. A pessoa fica também sob os cuidados de uma equipe de Médicos, Enfermeiros e outro pessoal Técnico que presta apoio só a este método de tratamento. A pessoa tem assistencia telefónica 24 horas por dia, sendo contactada a Enfermeira responsável por esta modalidade, e que lhe resolverá qualquer tipo de problema.

 

 

A Hemodiálise geralmente é feita 3 vezes por semana. Cada sessão de tratamento dura de 3 a 4 horas. Durante o tratamento pode ler, ouvir mísica, ver TV, falar, escrever, etc.

 

Quando se deve fazer mais que 3 vezes por semana ?

Apesar de a diálise se efectuar na generalidade dos casos 3 vezes por semana, há grupos de doentes que beneficiam de mais sessões de diálise, como sejam os idoso, doentes com insuficiencia cardiaca, hipertensão dificil de controlar, grandes aumentos de peso entre as diálises, doentes com dificuldade de controlar o fósforo e aqueles que não são candidatos a transplante renal e não têm qualquer função renal (urinam muito pouco por dia, menos de 500ml).
Para quem pode e deseja andar melhor fisicamente com menos problemas relacionados com a falta do rim, há ainda a diálise longa nocturna, e diálise curta diária que permitem um melhor controlo da tensão arterial e do fósforo, permite uma mais liberal ingestão alimentar, beneficia o coração e corrije muitas alterações metabólicas e endócrinas que não são possiveis com outras formas de diálise. São técnicas de diálise superior.

 

Possiveis Complicações: A Hemodiálise ao provocar grandes alterações na composição e no volume dos seus liquidos corporais, pode provocar por vezes alguns efeitos indesejáveis. Queda de Tensão e caimbras são as duas complicações mais frequentes, e que por vezes poderão ser desagradáveis, fazendo-o sentir fraco, tonto, agoniado e mesmo podendo vomitar.
Geralmente leva algumas semanas a meses até se ajustar à Hemodiálise. No entanto, pode evitar muitas destas complicações se seguir uma dieta adequada e se cumprir com a sua medicação. A sua equipe inclui para além do Médico e Enfermeira, uma Nutricionista e Assistente Social, e deve colaborar com eles, relatando o que tem passada, problemas que vai encontrando, afim de o mais rápidamente possivel encontrar maneira de fazer a melhor Hemodiálise possivel, com o minimo de complicações, mantendo o maior bem estar fisico e psiquico possivel.

 

A sua Dieta: A Hemodiálise e uma dieta adequada reduzem a quantidade de produtos tóxicos que se acumulam no seu organismo, e os perigos de uma Tensão Arterial alta. A sua nutricionista pode ajudá-lo a planear as refeições de acordo com as orientações do seu médico. Quando escolha a sua comida, deve lembrar-se que:

  • Coma quantidades adequadas de comida rica em proteinas, tal como carne e frango, ovos e algum leite.

  • Preste atenção à quantidade de potássio dos alimentos. Potássio é um mineral encontrado em frutos, vegetais, chocolate, nozes, leite, etc. Demasiado potássio pode ser prejudicial ao seu coração, e em grande quantidade pode levar à morte.

  • Limite a quantidade de liquidos. Os liquidos acumulam-se no corpo, e quando os rins não funcionam, isto leva a aumento de peso, aparecimento de edemas (inchaço) nas pernas, face e se em grande quantidade, nos pulmões. Grandes aumentos entre as diálises prejudicam o coração, levando com o tempo à insuficiencia cardiaca.

  • Evite o sal. Comida salgada provoca sede e ajuda a manter a água no corpo.

  • Limite a quantidade de queijo, manteiga, nozes, amendoas, bebidas gaseificadas e leite. Estas comidas possuem muito fósforo. Demasiado fósforo no corpo provoca uma descida no cálcio, e o cálcio é necessário para manter uns ossos fortes e saudáveis. Para impedir estes problemas, o seu médico pode aconselhá-lo a tomar cálcio a meio das refeições, e Pepsamar® no fim das mesmas. Você deve tomas esta medicação conforme o prescrito.

 

Os Prós e Contras da Hemodiálise

Cada um de nós é diferente, e responde diferentemente à mesma situação. O que pode ser negativo para uns, pode ser positivo para outros. Contudo, em geral, os seguintes prós e contras a Hemodiálise são seguintes:

Diálise No Centro

Prós

  • Você tem professionais treinados para o tratar

  • Você pode conhecer outras pessoas como você

Contras

  • Os tratamentos são organizados pelo Centro e pela ARS da sua àrea

  • Deve deslocar-se ao Centro para tratamento

  • Você tem pouco controlo sobre o seu tratamento

Diálise em Casa

Prós

  • Você pode efectuar o tratamento às horas que quiser

  • Você não necessita de se deslocar ao Centro

  • Você ganha sentido de independência e controlo sobre o seu tratamento

  • Tem a possibilidade de gozar uma melhor vida com menos problemas médicos.

Contras

  • Você necessita de treino apropriado

  • Precisa de espaço em casa para a máquina e materiais de Diálise

Questões que pode querer perguntar

  • É a Hemodiálise o melhor tratamento para mim? Porquê e porque não?

  • Se eu for tratado num Centro, posso ir para o Centro da minha escolha?

  • O que se sente durante a Hemodiálise? Vou ter dores?

  • O que é a Auto-Diálise?

  • Quanto tempo demora a aprender-se a fazer Diálise em Casa? Quem me treina?

  • Serei capaz de continuar a trabalhar? Posso planear o tratamento para isso?

  • Quando exercicio posso fazer? Que tipo de exercicio mais aconselhado?

  • Quem é a minha equipe de Saúde? Como me irão eles ajudar?

  • Com quem posso falar sobre sexualidade, problemas familiares e económicos?

  • Como e onde posso falar com outras pessoas que tiveram que enfrentar o mesmo problema?

  • Se não quiser perguntar directamente, deixe as suas perguntas por escrito.

 

Diálise Peritoneal

A Diálise Peritoneal é uma outra opção de tratamento que substitui o trabalho dos rins. Ele utiliza uma membrana chamado o peritoneu, que forra toda a nossa cavidade abdominal (barriga).

 

 

Neste tipo de tratamento, um liquido chamdo solução de liálise, é introduzido na barriga através de um tubo próprio (chamado cateter de diálise peritoneal). A água, produtos prejudiciais no sangue e minerais em excesso passam por finos vasos de sangue do peritoneu para este liquido. Depois de várias horas de permanência deste liquido na barriga, ele é drenado para outro saco, e novo liquido de diálise é introduzido na barriga.



Este processo repete-se em regra 4 vezes por dia.

 

 

Antes de poder iniciar Diálise Peritoneal, um cirurgião coloca-lhe um pequeno tubo mole na barriga, ficando com uma pequena porção na zona de fora da pele. Este cateter vai ficar sempre nesse lugar, e é através dele que entra e sai o liquido de diálise, que irá para a barriga e permitirá limpar o seu sangue atrvés do peritoneu.

 

Existem 3 tipo de Diálise Peritoneal

 

1. Diálise Peritoneal Continua Ambulatória (DPCA)


Este é o mais frequente método de Diálise Peritoneal. Ele não necessita de nenhuma máquina. Este tratamento deve ser feito em zona limpa e arrumada. Com a DPCA o seu sangue está constantemente a ser limpo. O liquido de diálise passa de um saco de plástico para a barriga atrvés do cateter, e ai permanece durante cerca de 4 horas, com o cateter fechado. Depois este liquido é drenado para o saco, e novo liquido de diálise é introduzido na barriga. Durante a permanencia do liquido na barriga, o saco vazio é enrolado, e escondido por debaixo da roupa, à volta da cintura, ou numa bolsa.


2. Diálise Peritoneal Ciclica Continua (DPCC)
Este tipo de Diálise é identico à DPCA, excepto que aqui uma máquina automáticamente preenche e esvazia a barriga de liquido. A máquina faz isto à noite, enquanto dorme.


3. Diálise Peritoneal Intermitente(DPI)
A DPI utiliza o mesmo tipo de máquina que a DPCC para introduzir e retirar o liquido de diálise, mas geralmente este tipo de Diálise faz no Hospital. Os tratamentos com DPI demoram mais que a DPCC.

 

 

A DPCA é uma forma de Auto-Diálise. Ela não precisa de nenhuma máquina nem de parceiro para fazer tratamento. Contudo na DPI e DPCC, você necessita de uma máquina e ajuda de um parceiro (membro da familia, amigo, professional de saúde).

 

 

Com a DPCA o liquido permanece na barriga por 4 a 5 horas. O processo de drenadem do liquido e substituição por um novo demora cerca de 30 a 40 minutos, e a maioria das pessoas faz 4 trocas por dia.

 

 

Com a DPCC, o tratamento demora cerca de 10 a 12 horas, isto é, todas as noites.
Com a DPI, os tratamento são feitos várias vezes ao dia, por um total de 36 a 42 horas por semana. As sessões podem durar tanto como 24 horas.

 

 

Possiveis Complicações: A peritonite, ou seja a infecção do peritoneu, pode ocorrer se se o orificio por onde entra o cateter na barriga se infecta, ou se há contaminação durante o procedimento de ligar e desligar os sacos. A peritonite pode provocar febre, dores de barriga, vómitos, etc.
Para evitar a peritonite, deve seguir o procedimento rigorosamente. Deve conhecer os sinais iniciais de peritonite. Examinar o orificio de saida do cateter para ver se está vermelho, se o liquido de diálise que sai da barriga está turvo ou apresenta pús. Qualquer destes sinais deve ser imediatamente comunicado ao seu médico ou enfermeiro, de modo a que a peritonite possa ser tratada o mais rápido possivel, evitando problemas mais sérios.


A sua Dieta: A dieta para pessoas em Diálise Peritoneal é ligeiramente diferente que os da Hemodiálise.
Você poderá comer com mais algum sal e ingerir mais algum liquido
Pode comer mais proteinas
Você terá diferentes restrições quanto ao potássio
Você poderá ter de curtar em alimentos mais calóricos, afim de reduzir a quantidade de açucares que entra no corpo, já que o banho de diálise possuiu açucar. Isto evita que aumente de peso e fique obeso.

 

Os Prós e Contras da Diálise Peritoneal

Há vários prós e contras para cada tipo de Diálise Peritoneal.

DPCA

Prós

  • Você pode efectuar o tratamento sem ajuda de ninguém

  • Você pode fazê-lo às horas que quiser

  • Pode fazer a Diálise em muitos locais

  • Não precisa de nenhuma máquina

Contras

  • Os tratamentos pode perturbar o seu dia-dia

  • Precisa de espaço em casa para a máquina e materiais de Diálise

  • Se não tiver nenhuma funçao renal e dependendo do seu tamanho e estado do peritoneu a dialise peritoneal poderá ser insuficiente

O Transplante Renal

Transplante Renal

Todos os direitos reservados (c) - Centrodial S.A. 2014 | É proibida a reprodução do conteúdo, parte ou todo, sem prévia autorização!